30/10/2023 às 16h32min - Atualizada em 30/10/2023 às 16h32min

Ao lado de ministros, Paulo Dantas defende a união de esforços pelo desenvolvimento do estado

Novo PAC investirá cerca de R$ 50 bilhões em diversas áreas essenciais em Alagoas

Governo de Alagoas
Para o governador, investimentos do Novo PAC irão beneficiar à população que mais precisa
Rafael Maynart / Agência Alagoas

Durante o lançamento do Novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), na manhã desta segunda-feira (30), o governador Paulo Dantas destacou a união de esforços em prol do desenvolvimento de Alagoas e do Brasil. A terceira edição do PAC traz para o estado investimentos de quase R$ 50 bilhões para diversas áreas, entre elas infraestrutura, saúde, transportes, tecnologia e moradia. A solenidade, realizada no Centro de Convenções, contou com a presença dos ministros da Casa Civil, Rui Costa; dos Transportes, Renan Filho; e de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, juntamente com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, além de parlamentares federais, estaduais e prefeitos.



 

Do total que será investido em Alagoas, R$ 15 bilhões já estão alocados para a continuidade de obras que estavam em andamento ou paradas. Entre as principais obras estão a duplicação de quatro trechos da BR-101; a duplicação do Arco Metropolitano de Maceió; a construção do novo hospital metropolitano do Agreste, em Arapiraca; a garantia da conectividade de 2.357 escolas; além do investimento para retomar as obras do trecho 5 do Canal Adutor do Sertão Alagoano e para a finalização e construção de 11.102 novas moradias do Minha Casa, Minha Vida.
 
 
Para o governador Paulo Dantas, os investimentos que chegam com o Novo PAC irão beneficiar, principalmente, a população que mais precisa. Segundo ele, sob o comando do presidente Lula e com a união de esforços entre o Governo Federal, Governo de Alagoas, bancada federal alagoana e parlamento estadual, o estado e o Brasil vão seguir crescendo e se desenvolvendo.

 

“Hoje é motivo de muita alegria para o povo de Alagoas. São investimentos importantes para melhorar o desenvolvimento do estado, investimentos estruturantes, que têm todas as condições de melhorar e transformar a vida das pessoas. Isso significa crescimento em empregos, oportunidades e renda, e promove melhores dias para o povo. Mas isso tudo só será possível com a união de esforços", destacou.

 

O ministro Rui Costa destacou o compromisso com a saúde, visando eliminar deficiências do SUS. Ele ressaltou a urgência de criar uma rede de policlínicas e o compartilhamento de custeio pelo Governo Federal. Além disso, enfatizou que o PAC representa um planejamento a longo prazo, visando a retomada de obras paralisadas, início e conclusão de novos projetos, para promover o crescimento de Alagoas e do país.
 
 
“Na saúde, uma das principais metas é preencher o vazio assistencial do SUS, que é quando o cidadão vai ao posto de saúde e o médico solicita os exames para fechar o diagnóstico. O PAC não é só a obra em si, é um planejamento a longo prazo. Nenhuma nação no mundo conseguiu se desenvolver sem planejamento a longo prazo. Ao promover isso, com diálogo, o Governo Federal está fixando um conceito de projeto de Estado, para monitorar essas obras, para fazer gestão, para gerar emprego e fazer o país crescer, fazer Alagoas crescer”, afirmou.

 

Quanto à infraestrutura viária, Renan Filho detalhou os projetos a serem realizados e finalizados pelo Ministério dos Transportes, priorizando a duplicação da BR-101 e da BR-104. A infraestrutura de transporte terrestre receberá um importante impulso, com dez projetos totalizando R$ 1,8 bilhão de investimentos. Renan também enfatizou o crescimento de Alagoas, que está acima da média, o que promove mais geração de empregos e renda.
 
 
“O Nordeste tem três rodovias de integração regional fundamentais: a BR-101, a BR-104, que nasce em Messias, aqui em Alagoas, e a BR-116. Essas três rodovias precisam ser duplicadas. Aqui em Alagoas, nós vamos duplicar a BR-104, de Messias até Pernambuco. Já a duplicação da BR-101 em Alagoas vai ser concluída até o final de 2025. Alagoas tem previsão de crescimento de 7,2% este ano no PIB, sendo o maior percentual do Nordeste e o terceiro maior do Brasil. Isso significa mais empregos, oportunidades e renda para todos”, disse.

 

Silvio Costa Filho, ministro de Portos e Aeroportos, sublinhou o compromisso do Governo Federal com o desenvolvimento econômico dos estados, realçando a modernização dos portos como um meio de estimular a economia local.

 

O presidente da Câmara, o deputado Arthur Lira, ressaltou a importância do PAC como um instrumento vital para levar obras estruturantes para a sociedade, demonstrando o compromisso de promover o desenvolvimento econômico e geração de emprego e renda para a população de Alagoas. Juntos, eles defendem uma união de esforços para impulsionar o desenvolvimento de Alagoas e do Brasil como um todo.

 

“O governador Paulo Dantas sabe que tem o apoio da bancada federal, composta por senadores e deputados federais que trabalham juntos para o desenvolvimento do estado, e como nós já ressaltamos em algumas oportunidades, o momento é de união, de trabalharmos pelo desenvolvimento de Alagoas. É isso que esse encontro representa, ressaltando a importância da vinda do ministro Rui, representando o presidente Lula”, concluiu o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira.
 
 
Também participaram do evento o vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Bruno Toledo, o presidente da Associação dos Municípios Alagoanos, prefeito Hugo Wanderley, além de deputados federais, estaduais, secretários de estado, prefeitos e demais autoridades.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp