21/05/2024 às 13h22min - Atualizada em 21/05/2024 às 13h22min

Últimos dias de inscrições para o edital de Registo de Novos Mestres do Patrimônio Vivo

O certame disponibiliza 3 vagas destinadas para fazedores da cultura popular do Estado

Governo de Alagoas
Estão aptos a se inscrever brasileiros e residentes em Alagoas por mais de 20 anos
Ryan Charles / Ascom Secult
 

O prazo para inscrições do edital de Registro do Patrimônio Vivo de Alagoas (RPV-AL) 2024, promovido pelo Governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa (Secult), chega aos seus últimos dias. O certame disponibiliza 3 vagas destinadas para fazedores da cultura popular do Estado. As inscrições podem ser feitas até o dia 23 de maio.

 

Esta é uma oportunidade para os representantes de cultura alagoanos que desejam preservar e celebrar a Cultura Tradicional do Estado. Estão aptos a se inscrever brasileiros e residentes em Alagoas por mais de 20 anos, que tenham comprovado suas atividades acerca da cultura local ao longo desse tempo, com as atividades culturais locais ao longo desse período. Além disso, os candidatos devem ter a habilidade de transmitir seus conhecimentos à sociedade e não podem estar registrados como Mestres de Patrimônio Vivo em municípios alagoanos.

 

As inscrições podem ser feitas pessoalmente no setor de Protocolo da Secult, localizado na Praça Marechal Floriano Peixoto, S/N, no Centro de Maceió. O horário de atendimento é de segunda a quinta-feira, das 09h às 16h, e sexta-feira, das 09h às 14h. Também é possível se inscrever online através do Cadastro Único da Cultura Alagoana (Cuca), disponível no endereço cuca.al.gov.br.

 

No site secult.al.gov.br, os proponentes encontrarão o edital com todos os detalhes para que inscrição seja validada, assim como os documentos necessários.

 

A secretária de Estado da Cultura e Economia Criativa, Mellina Freitas, destaca a importância do Registro do Patrimônio Vivo. “A iniciativa dá o devido reconhecimento aos mestres e mestras que tem como projeto de vida a transmissão de conhecimentos e costumes para as novas gerações”, disse.

 

O programa é financiado pelo Fundo de Desenvolvimento de Ações Culturais (FDAC), oferecendo uma bolsa de incentivo mensal equivalente a 1,5 salário mínimo, conforme estabelecido pela Lei Estadual 7.172/2010.

 

 

Passado o período de inscrição, as candidaturas passarão por uma análise técnica formada pela comissão da Secult. O resultado final do processo de seleção será divulgado no dia 12 de agosto.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
ALAGOAS ATENTA NOTÍCIAS Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp