05/01/2024 às 16h36min - Atualizada em 05/01/2024 às 16h36min

Maceió de joelhos diante da Braskem: "vamos mostrar os absurdos feitos pelo prefeito JHC"

Alagoas Atenta com Agência de Notícias
Foto: Reprodução
O deputado federal Rafael Brito (MDB-AL) anunciou que buscará a Justiça contra a Braskem para garantir o pagamento de auxílio aos pescadores da Lagoa Mundaú.

O parlamentar reiterou que essa ação é apenas o início de sua postura crítica em relação ao prefeito JHC.
Ele enfatizou que é inaceitável a sociedade continuar sofrendo as consequências de um acordo que colocou Maceió em uma posição vulnerável aos interesses da Braskem.

"Não podemos aceitar que nossa cidade seja vilipendiada, cada vez mais, por conta desse acordo que deixou a nossa cidade de joelhos e à mercê da Braskem", afirmou o deputado.

Para Rafael Brito, a empresa está utilizando o acordo extrajudicial de R$ 1,7 bilhão firmado com a prefeitura de Maceió em julho de 2023 como justificativa para negar compensações aos 6 mil pescadores prejudicados.

"Já não basta o calote nos moradores, agora esse absurdo!", expressou Rafael Brito, ressaltando sua apreensão em relação aos pescadores prejudicados.

No contexto, o Ministério da Pesca rejeitou o pagamento de auxílio de R$ 2.640,00 aos pescadores da Lagoa Mundaú, afetados pela proibição da pesca em decorrência do colapso na mina 18. O deputado apontou que o governo federal vetou o auxílio, argumentando que se trata de crime ambiental - e não de desastre ambiental - e recomendou que a Braskem assuma a responsabilidade pelos danos causados aos pescadores.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp