13/09/2023 às 15h31min - Atualizada em 13/09/2023 às 15h31min

*A Jornada de Nicole Calheiros na Luta pela Inclusão de Pessoas com TDAH após Polêmica de Expulsão Escolar*

Alagoas Atenta com Assessoria
Foto: Reprodução
No Brasil, o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) afeta milhões de pessoas, mas ainda enfrenta estigmatização e incompreensão. Recentemente, um incidente dramático envolvendo a expulsão de um aluno de uma escola trouxe à tona os desafios enfrentados por muitas famílias que lidam com o TDAH.

Jacyara Nadianne Barbosa Pereira, mãe de 35 anos, e seu filho de oito anos passaram por um episódio angustiante quando o Colégio Monsenhor Luís Barbosa, onde o garoto estudava, decidiu expulsá-lo devido aos transtornos, incluindo TDAH e Transtorno Opositivo-Desafiador (TOD), diagnosticados por uma médica neuropediatra. O garoto estava em tratamento multidisciplinar e fazia uso de medicamentos, com um laudo médico destacando a importância do apoio da escola. A decisão de expulsão foi comunicada à mãe em 22 de agosto, deixando a criança triste e pedindo lembranças dos amigos. A escola defendeu sua reputação em nota, alegando falta de acompanhamento extraescolar por parte da mãe, enquanto Jacyara Nadianne expressou sua tristeza e dificuldade em encontrar uma alternativa de ensino a curto prazo.

Essa história destaca a importância de compreender e apoiar as pessoas que vivenciam o TDAH no Brasil. Estatísticas revelam que cerca de 2 milhões de pessoas no país enfrentam esse transtorno, com uma prevalência significativa em diferentes faixas etárias. O diagnóstico e o tratamento adequados são essenciais para garantir que aqueles com TDAH possam ter uma qualidade de vida melhor e alcançar seu máximo potencial.

Nicole Calheiros, candidata a deputada federal nas últimas eleições, compartilha uma história pessoal que ressoa com muitos que vivem com o TDAH. Ela recebeu o diagnóstico de TDAH somente aos 16 anos, após enfrentar muitas dificuldades em sua infância e juventude. Nicole relembra sua experiência na escola, onde lutou para acompanhar seus colegas, sentindo-se frequentemente perdida e questionando por que era diferente.

Na campanha de Nicole Calheiros, a luta por um diagnóstico mais rápido e eficiente do TDAH é uma das principais bandeiras. Estatísticas revelam que cerca de dois terços das crianças que apresentam sintomas de TDAH continuam a manifestá-los na idade adulta devido à falta de diagnóstico adequado na infância. Mesmo não tendo sido eleita, ela continua sua luta, ciente de que muitos brasileiros ainda enfrentam diagnósticos tardios e dificuldades no convívio social devido ao transtorno.

Nicole enfatiza a importância de um diagnóstico precoce, argumentando que isso pode melhorar significativamente a qualidade de vida das crianças e suas famílias. Ela destaca a necessidade de os pais acompanharem de perto o desenvolvimento de seus filhos e buscar a orientação de médicos especialistas para obter um diagnóstico preciso.

Através de suas ações e advocacia, Nicole busca criar um futuro onde mais crianças com TDAH possam ser identificadas e receber o suporte necessário desde cedo.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
ALAGOAS ATENTA NOTÍCIAS Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp